8 de novembro de 2018
Redação Alternativa

seu-estoque-esta-pronto-para-a-Black-Friday-2018---Alternativa-Sistemas

Em 2017 o mercado brasileiro de e-commerce aumentou as vendas durante a Black Friday em 10%, segundo dados do Ebit. Todavia, outro indicador que também sofreu aumento foi o número de reclamações dos consumidores, que aumentou 17% em 2017, de acordo com o Reclame Aqui. Grande parte dessas reclamações advém de problemas gerados com a falta de preparação e programação do lojista para esta data promocional.

Seja porque o site não funcionou, as propagandas foram mal desenvolvidas ou até mesmo a falta do produto oferecido, o fato é que a falta de planejamento e desenvolvimento de estratégias próprias para a Black Friday pode tornar um período de grande crescimento em um pesadelo para o lojista que precisa lidar com o pós-venda.

Isso porque o consumidor está muito mais antenado com os seus direitos e não quer se sentir lesado ou enganado, principalmente durante essa data promocional, que no Brasil já recebeu a alcunha de “Black Fraude” entre os clientes. Para mudar esse cenário e ganhar de volta a confiança do consumidor, cabe aos lojistas se preparem de forma estratégica e transparente junto à clientela virtual.

E é importante ter em mente que esta preparação e planejamento não envolve somente a sua loja, pois muitas vezes a sua loja se prepara da forma correta para realizar campanhas especiais para a data, porém o seu fornecedor lhe deixa na mão e não consegue atender a toda a demanda dentro do prazo solicitado. Embora o problema seja de seu fornecedor, é a sua loja que fica malvista perante o cliente, pois foi com ela que ele entrou em contato.

Por isso, é além de sua loja “preparar a casa” para receber o consumidor da melhor maneira durante a Black Friday, é muito importante que todos os seus fornecedores estejam alinhados com a sua demanda e até a possibilidade de essa demanda ser superada, e também se preparem para essa data especial no calendário do comércio.

Passo 1

O primeiro passo é que a sua loja faça uma análise do estoque que possui e dedique uma atenção especial àqueles produtos que usualmente tem uma grande saída e que vão entrar para a promoção da Black Friday.

Passo 2

O segundo passo é realizar um estudo com estimativas de vendas, trabalhando sempre com expectativas realistas e expectativas acima da média. Dessa forma, você pode antecipar um cenário “anormal” em que as vendas – por alguma razão variável – superam aquilo que estava planejado. Ambos os cenários devem ser discutidos junto aos seus fornecedores, já que ele deve estar preparado para lidar com ambos, sempre com enfoque no prazo de entrega.

Também é importante verificar se os dados de sua plataforma e ERP estão alinhados com o seu estoque e real capacidade de entrega. Muitas lojas adotam sistemas de gestão que apresentam problemas na atualização dos dados e acabam oferecendo ao consumidor produtos que não estão mais disponíveis. Nesse sentido, se faz muito relevante escolher um fornecedor de ERP robusto e realmente integrado às suas operações, para evitar prejuízos desnecessários com erros de operação.

A escolha de um bom software de gestão ajuda a sua loja até mesmo a realizar o estudo e mapeamento do estoque com mais rapidez e facilidade, já que um bom sistema lhe oferece relatórios completos sobre o funcionamento e desenvolvimento de suas vendas e estoque.

Da mesma forma, a sua loja deve se preocupar com as entregas dos produtos, de forma que as transportadoras com as quais a sua loja trabalha também devem estar cientes das suas expectativas para a data e alinhadas com os prazos e demanda de entrega. Uma dica complementar é estudar formas mais eficazes de embalar os produtos, evitando que um produto ocupe mais espaço do que o necessário. Embalagens econômicas, mais enxutas e seguras facilitam o trabalho da transportadora e permite que ela possa realizar mais entregas e cumprir melhor os calendários.

Passo 3

E isso nos leva ao terceiro passo: reforce o estoque! A partir do estudo realizado através do mapeamento de seu estoque e vendas e após a negociação com os fornecedores – e talvez até a procura de fornecedores novos – a sua loja deve reforçar o estoque nos produtos que vão entrar para a promoção e tem necessidade de serem ampliados. Seguindo esses passos, a sua loja evita de vender aquilo que não tem e fica bem vista pelo consumidor, como uma loja responsável e de confiança.