13 de outubro de 2021
Redação Alternativa

ERP-integrado-custo-ou-investimento---Alternativa-Sistemas
Atualmente, para manter a competitividade, as empresas precisam priorizar uma série de estratégias importantes para o sucesso do negócio. Investir na gestão do e-commerce, selecionando ferramentas disruptivas capazes de otimizar as tarefas, é uma das maneiras de fortalecer a empresa.

Contudo, mesmo com tanta tecnologia disponível, muitos gestores preferem manter uma série de processos manuais, demorados e burocráticos, que dificultam, inclusive, o crescimento do negócio. A baixa produtividade e a insatisfação do cliente são apenas alguns dos problemas que precisam ser superados pelas empresas que mantêm os processos analógicos.

Por outro lado, as companhias que investem na transformação digital, adotando tecnologia na gestão tributária, passam a contar com uma série de ganhos.

O uso de um ERP integrado, por exemplo, transforma a rotina de gestão, tornando tudo mais simples, prático e rápido e contribuindo para o compliance fiscal.

Você já pensou por que ainda não investiu neste tipo de ferramenta? Neste post, vamos mostrar o crescimento no uso do sistema de gestão.

Além disso, apresentamos as principais resistências que impedem a adoção de um ERP para e-commerce. Continue lendo o artigo e saiba mais!

Aumento dos investimentos em tecnologia e em ERP

Desde o início da pandemia de Covid-19, a transformação digital deu um salto. Empresas de todos os segmentos se viram obrigadas a investir pesado em tecnologia para manter a competitividade e se destacar.

Como resultado deste movimento, de acordo com o estudo Semiannual Software Tracker, divulgado pela IDC Brasil, o mercado de software cresceu 30% no Brasil em 2020, gerando uma receita de US$ 8,15 bilhões.

Os dados abrangem as vendas de software para infraestrutura de TI, como CRM, ERP, SCM, endpoint, rede, ferramentas colaborativas, de gestão de dados e de inteligência artificial (IA).

As soluções de cloud computing, incluindo IaaS, PaaS e SaaS, vistas como habilitadoras de um processo de digitalização, também foram amplamente adotadas. De acordo com a IDC, a receita do setor de nuvem pública em 2020 foi de US$ 3,02 bilhões.

O crescimento no uso dos softwares de gestão foi outro destaque. Mesmo já consolidados no mercado, os sistemas ERP cresceram 25% no último ano.

O número é bom, mas revela que muitas ainda mantêm a gestão do seu negócio desorganizada, com as atividades registradas em planilhas e até no papel. O fato é que com este tipo de abordagem, as companhias deixam de se beneficiar de uma série de vantagens que um ERP integrado pode trazer.

Por que algumas empresas ainda não investiram em um ERP?

São muitas as justificativas e crenças limitantes que impedem as empresas de investir em um ERP para e-commerce. Contudo, na verdade, muitos desses aspectos são impressões equivocadas.

Com um pouco de conhecimento e vontade de fazer diferente, dá para entender por que vale a pena investir em um ERP.

1. Receio de impactar os processos e forma de trabalho já instauradas

Essa é uma das razões que impedem as empresas de seguir adiante com a adoção de um ERP para e-commerce.

É claro que a implantação de um sistema de gestão traz uma série de novidades e mudanças para a rotina da gestão tributária. Mas a boa notícia é que todos esses recursos são facilitadores das demandas do setor fiscal.

Uma vez concluída a etapa de migração para o ERP integrado, o fluxo de processo ganha organização, facilidade e velocidade.

2. Acreditar que o valor de investimento é muito alto

Ao estimar o custo de implantação de um ERP para e-commerce, muitos gestores dispensam o projeto sem analisar o potencial de lucro com os benefícios conquistados a partir do uso do sistema de gestão.

Essa é uma conta que precisa ser feita. Embora o investimento seja expressivo e dependa das características e do perfil da operação da empresa, isso não quer dizer que o projeto de implantação deve ser descartado, muito pelo contrário. Até mesmo porque as vantagens obtidas a curto, médio e longo prazo tornam a loja mais competitiva e tendem a aumentar sua lucratividade, favorecendo uma gestão data-driven.

3. Supor que precisa de um time de TI para fazer o projeto e manter a solução no ar

Definitivamente, essa é uma das impressões que não podem ser motivo de resistência para a implantação de um ERP para e-commerce.

Ao contratar um ERP como serviço, toda a manutenção, atualização, instalação e configuração do software fica por conta da empresa fornecedora da solução. Há fornecedores de ERP que trabalham com infraestrutura em nuvem, local ou os dois ao mesmo tempo. E ao contratar a infraestrutura como serviço, todo o processo de gerenciamento de  e gestão na nuvem é, na verdade, responsabilidade do parceiro fornecedor da solução. As lojas que usam o ERP integrado não se preocupam com a manutenção do sistema de gestão.

A terceirização simplifica muito o processo. Bem melhor assim, não é mesmo?

4. Dúvidas sobre como escolher a solução mais adequada ao negócio

É certo que selecionar o sistema de gestão ideal para o e-commerce não é a tarefa mais simples. Contudo, esse desafio não pode ser impeditivo para a contratação de um software.

Conhecendo os principais critérios que devem ser avaliados sobre a performance do ERP para e-commerce, é perfeitamente possível fazer uma escolha precisa e implantar o sistema de gestão mais indicado para o varejo.

Se você quer manter sua empresa competitiva, assegurando compliance fiscal, a questão não é se o negócio deve ter um ERP, mas, sim, quando ele será implantado. Com o ritmo de transformação digital acelerado, não dá para esperar muito tempo.

ERP para e-commerce: solução completa ao seu alcance

Se você pensa em implantar um sistema de gestão na sua loja virtual, precisa conhecer a solução da Alternativa Sistemas.

A solução Master para E-commerce auxilia os negócios digitais no gerenciamento e na administração de todos os processos: do controle de estoque ao controle de caixa, conciliação de pagamentos, gestão de pedidos do e-commerce e marketplaces entre muitos outros. São muitas as funcionalidades do sistema.

Desenvolvido especialmente para o comércio virtual, o sistema é 100% integrado com as melhores plataformas de e-commerce e marketplaces do mercado.

Quer saber mais? Conheça nossos diferenciais e fique seguro na sua escolha.