9 de outubro de 2018
Redação Alternativa

Airsoft-perspectivas-mercadologicas---Alternativa-Sistemas

Airsoft é considerado um esporte de ação, em que os jogadores simulam situações de combate de forma realista. O esporte surgiu no Japão, na década de 70 e a sua prática requer o uso de equipamentos e vestimentas específicas que respeitem todos os protocolos de segurança exigidos pelo jogo.

O principal instrumento para a prática de airsoft são as armas de pressão, cuja regulamentação é realizada pelo Exército Brasileiro, com base na Portaria nº 56 – COLOG de 5 de junho de 2017. Para quem busca comercializar esse tipo de material é importante conhecer o Decreto nº 3.665 de 20 de novembro de 2000, cujo texto fala sobre a regulamentação de produtos controlados, categoria na qual as armas de pressão se enquadram.

A popularização do esporte como uma prática pautada na segurança e conformidade legal vem acompanhada da introdução do Estatuto do Desarmamento, introduzido através da Lei 10.826 de 2003, que trouxe grandes avanços para sociedade brasileira ao promover o desarmamento da população através do recolhimento das armas sem registro e promoção do registro e controle das armas que podem ser comercializadas.

Do ponto de vista mercadológico, o maior controle legal e fiscal desses instrumentos permite que os comerciantes possam explorar um mercado com nicho bastante específico e fiel, apresentando uma oportunidade de mercado. A expansão do mercado virtual tem auxiliando bastante no crescimento deste ramo do comércio, tendo em vista que a lei permite o transporte de armas de pressão pelo correio, desde que sejam respeitadas as restrições legais.

Também é interessante notar que as além da prática do airsoft, as armas de pressão também se enquadram em algumas categorias do tiro esportivo, podendo também ser utilizadas neste esporte. Apesar de tanto o consumidor quanto as empresas que comercializam as armas de pressão necessitarem de autorizações específicas para comprar e vender o produto, o mercado tem sido bastante movimentado nos últimos anos, permitindo que as lojas virtuais possam encontrar um bom público alvo e garantir seu crescimento.