5 de junho de 2018
Redação Alternativa

precificacao-de-produtos-porque-devo-me-preocupar---Alternativa-Sistemas

A composição dos preços dos produtos de sua loja demanda um cuidado especial, já que o procedimento leva em conta diversas variáveis relacionadas aos processos internos e externos de sua empresa. Muitos empreendedores cometem erros na hora de estipular o preço de venda, deixando de lado aspectos importantes na hora de realizar o cálculo.

Miguel Damasceno, CEO da Alternativa Sistemas, aponta que o empreendedor/a deve ter em mente que “não é a concorrência que deve estabelecer o preço de venda praticado por uma empresa, haja visto que cada negócio possui características diferentes e únicas”.

“não é a concorrência que deve estabelecer o preço de venda praticado por uma empresa, haja visto que cada negócio possui características diferentes e únicas”

Miguel Damasceno – Alternativa Sistemas

Daí a importância de conhecer bem o seu negócio e compreender todas a variáveis que a sua empresa deve adotar na hora de realizar o cálculo. Miguel ainda alerta “não se planejar para precificar é correr o risco de não vender por que o preço praticado é muito alto ou vender muito, mas a um ganho mal calculado, por que o preço é muito baixo, resultando em enormes prejuízos, sendo que o maior dele, por vezes, é com o FISCO”.

O primeiro passo na hora de compreender o funcionamento da precificação de sua empresa é identificar os erros: será que a sua empresa está precificando de forma correta? Tire a dúvida no quadro abaixo que aponta os 5 erros mais comuns na hora de calcular o preço de venda:

Esquecer o preço de custo

esquecer-o-preco-de-custo---Alternativa-Sistemas

O preço de custo é aquele que você pagou no produto, correto? Errado! É muito comum que a sua empresa deixe de considerar o preço de custo em sua totalidade e depois não entenda porque as contas não fecham, mesmo com alto volume de vendas. Por isso é importante saber considerar todos os processos que envolvem o custo, como matéria-prima, transporte, impostos entre outros.

Pautar seu preço pela concorrência

pautar-seu-preco-pela-concorrencia---Alternativa-Sistemas

O mercado lojista é bastante competitivo, mas o comportamento adotado pela concorrência não deve ser o fator base para que a sua empresa adote o preço de venda. Isso porque a sua empresa tem necessidades e uma realidade completamente única e diferente de seu concorrente, portanto tenha em mente que a adaptação à competição é importante, mas não deve ser feita de maneira irracional.

Aumentar os preços sem planejamento

aumentar-os-precos-sem-planejamento---Alternativa-Sistemas

As vezes as modificações do cenário de mercado fazem com que o aumento do preço dos produtos seja necessário e não tem problema algum realizar essa manobra. O problema é realizar o aumento de maneira desequilibrada e mal planejada. Nesse sentido, dois passos são essenciais: o cálculo na necessidade real e justa do aumento e a realização gradual do aumento do produto, pois o consumidor aceita melhor a ideia de dois aumentos graduais de 5% ao invés de um aumento único de 10%.

Deixar o valor agregado de lado

deixar-o-valor-agregado-de-lado---Alternativa-Sistemas

Usualmente os produtos são mais do que objetos de necessidade: são objetos que agregam desejo, satisfação e muitas outras emoções. Isso é o que chamamos de valor agregado ao produto, é a valoração que ultrapassa o preço de custo e alcança o valor/solução para o cliente. Esse valor deve ser considerado na hora de realizar o cálculo e taxa de lucro, por exemplo.

Tratar os produtos de forma homogênea

tratar-os-produtos-de-forma-homogenea---Alternativa-Sistemas

Muitos lojistas trabalham com diversos produtos ao mesmo tempo e isso torna a precificação mais complexa, principalmente na hora de fazer campanha promocional. Assim como a sua empresa é única, cada produto tem as suas especificidades e necessidade na realização do calculo de preço de venda. Portanto, na hora de calcular os preços ou lançar uma promoção, olhe cada produto de maneira individual, considerando fatores como data de validade, quantidade no estoque, volume de vendas etc.