30 de janeiro de 2017
Redação Alternativa

O omnichannel serve para a minha empresa? - Alternativa Sistemas

As transformações da Era Digital são um processo contínuo e constante. Da mesma forma, a adaptação do mercado a essas mudanças também deve ser, é o caso das possibilidades de como realizar uma venda atualmente. Se antes só havia a possibilidade de vender um produto ou serviço através da venda física e direta- com o cliente indo até a loja e adquirindo o produto manualmente e in loco- hoje as possibilidades são diversas com a introdução do modelo multicanal de vendas e do omnichannel.

Apesar dessas variadas possibilidades, é importante ter consciência de se o seu negócio comporta essas oportunidades e se a aplicação do conceito vai ser vantajosa à empresa. Que tal então compreendermos melhor como funciona cada uma dessas maneiras de se realizar a venda?

Multicanal de vendas

Com o multicanal de vendas as empresas podem disponibilizar a plataforma física, telefônica e digital para efetuar as transações e processos. Apesar da grande flexibilidade que a empresa oferece aos clientes com este modelo, cada plataforma atua de maneira independente, não havendo a integração dos canais na prática.

Por exemplo, se um cliente compra um celular no site da empresa e o produto chega com defeito, quem se responsabiliza por efetuar a troca é o site, não havendo a possibilidade de o cliente pedir a troca em uma eventual loja física a qual tenha acesso. Daí a independência entre cada canal de vendas: são da mesma empresa, mas não atuam juntos como um negócio único.

Omnichannel

No conceito de omnichannel os canais de venda são interligados e atuam juntos na prática do negócio. Já na composição da palavra podemos entender melhor este modelo- “omne” é uma palavra do latim que significa “tudo”, já “channel” é “canal”- portanto, omnichannel são todos os canais.

Pode-se dizer que é uma evolução do modelo multicanal de vendas, já que oferece uma experiência mais fluída ao consumidor nos diversos canais da empresa. Como o foco deste modelo é tornar o processo de compra mais fácil e rápido ao cliente, todos os setores da empresa devem estar bem integrados para aplicação da ideia.

Por exemplo, imagine uma empresa a qual o seu público-alvo é grande usuário do Facebook: o departamento de marketing deve produzir campanhas sobre os produtos e promoções com foco especial no facebook, pois é através dessa mídia que o cliente será direcionado à loja virtual ou física da empresa. Da mesma forma, se o cliente comprar virtualmente e precisar trocar o produto, a loja física deve conseguir efetuar a troca para o consumidor, portanto o departamento de logística também precisa estar bem integrado ao processo como um todo, para que essa situação seja resolvida de maneira eficiente.

Omnichannel - alternativa sistemas

Como fica evidente, cada modelo de vendas tem suas peculiaridades e atendem a necessidades específicas das empresas. Se sua empresa trabalha com materiais muito perecíveis, tem como objetivo ser referência em uma cidade ou região e com foco na pessoalidade do negócio, talvez não valha a pena investir em um negócio virtual.

Da mesma maneira, a sua empresa já pode até utilizar o modelo de multicanal, mas não comportaria a estrutura de integração que o omnichannel exige, portanto compensa mais continuar usando o modelo atual. Já em empresas de grande público ou que estão objetivando ser referência em boa experiência de compras pelo meio digital o omnichannel pode ser a opção mais indicada.

O importante é compreender quais as necessidades de curto, médio e longo prazo de sua empresa, conhecer bem seu público-alvo e manter um gerenciamento com foco na estratégia, pois assim o seu negócio se mantêm focado nos resultados e aproveita as novidades de maneira segura e lucrativa.