19 de março de 2019
Redação Alternativa

Como-implantar-uma-boa-infraestrutura-de-rede---Alternativa-Sistemas

A expansão da tecnologia e o desenvolvimento do mercado dentro da realidade tecnológica tem aumentado a cada dia a preocupação com a cibersegurança. A partir dessa realidade, cuidar da infraestrutura de rede e segurança da informação de sua empresa é tão importante quanto cuidar do processo de logística, da sua plataforma de vendas ou do controle financeiro de sua organização.

[SÉRIE ESPECIAL] Segurança digital: as informações de sua empresa estão protegidas? – PARTE 1/2

Conforme a pesquisa “Cost of Cyber Crime” (“Custo do Cibercrime”), realizada pelo Instituto Ponemon em parceria com a Accenture em 2017, os custos empresariais gerados pelos crimes cibernéticos cresceu em 23% nos últimos dois anos, resultando em um impacto médio de US$ 11.7 milhões às organizações privadas. Estes dados demonstram como a cibersegurança deve ser levada a sério pelos/as empresários/as.

Marcelo Crespo, sócio do escritório Peck Advogados, pontua que “quando falamos em segurança digital e das informações, falamos em algo muito mais amplo que a compra e instalação de equipamentos de informática. Atualmente, a área de T.I. é estratégica e deve estar alinhada com outras áreas”.

Neste sentido, os cuidados com a segurança da informação do seu negócio inicia-se a partir da instalação da infraestrutura da rede e é muito importante contratar uma empresa séria e bem preparada para desenvolver esse projeto. Segundo Michel Nabih Raad, diretor da NVirtual Info, as especificidades de cada empresa devem ser levadas em consideração na hora de criar uma infraestrutura de rede, pois “cada empresa tem um porte – número de usuários, tipo de contrato de internet adquirido, quais sistemas ou módulos em utilização, entre outras necessidades específicas de seu ramo de atuação, além de perspectivas particulares de crescimento que devem ser consideradas no desenvolvimento da infraestrutura de rede”.

Para simplificar a compreensão da importância de se criar um projeto personalizado de infraestrutura de rede, Michel compara: “É como comprar um carro para a família: para um casal, um carro pequeno atende. Se for um casal com filhos, já há a demanda de um porta-malas maior, portanto, um sedan ou perua. Com a empresa é a mesma coisa: uma unidade varejista demanda infraestrutura completamente diferente de uma prestadora de serviços ou indústria. Mesmo dentro da mesma categoria, existem as particularidades, como por exemplo, uma loja física tem necessidades muito diferentes de uma loja que trabalha com televendas”.

E mesmo após a instalação da rede, a manutenção da segurança da informação deve ser realizada com seriedade e estratégia. Por isso, encontrar um parceiro qualificado é essencial, já que este aspecto pode repercutir no desenvolvimento de todas as operações de sua empresa. De nada adianta a sua loja contratar uma boa plataforma e ótimo sistema ERP se os dados empresariais não estão seguros.

E para garantir tal segurança, Michel e Marcelo pontuam que a educação e prevenção são essenciais. De maneira que Michel explica que “na segurança digital, a proteção acontece em camadas complementares: utilização de um bom antivírus, firewall, ter o costume de realizar as atualizações necessárias, VPN’s, ter um backup dos dados entre outras ações são as mais indicadas”.

Para conferir mais dicas sobre como cuidar da manutenção de um sistema de segurança da informação, confira a continuação da série “Segurança digital: as informações de sua empresa estão protegidas?”.